top of page

Programa Compensação Voluntária de Carbono

O Programa Compensação Voluntária de Carbono (CVC) do IMAD está dirigido a empresas e entidades de qualquer porte – desde padarias até companhias de transporte e grande plantas de produção industrial -, chamando o empresariado para sua co-responsabilidade socioambiental, oferecendo o plantio de árvores de espécies nativas em áreas públicas – sendo que a quantidade das árvores a ser plantadas depende das emissões de dióxido de carbono (CO2) geradas pelo sistema produtivo da empresa.

Gases de Efeito Estufa (GEE), são gases também resultantes de atividades humanas, capazes de absolver a radiação solar e o seu calor, resultando no efeito estufa. A ONU, com vista em conter problemas dessa natureza e seus possíveis efeitos, estipulou os “Objetivos de Desenvolvimento Sustentável” (ODS), um programa dentro da organização que resultou em uma agenda mundial adotada durante a Cúpula das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável em setembro de 2015 composta por 17 objetivos e 169 metas a serem atingidos até 2030. O Objetivo 13 da ODS 2030 nos alerta a tomar medidas urgentes para combater a mudança climática e seus impactos, Emissões globais de dióxido de carbono aumentaram quase 50% desde 1990. Assim servindo de base para as demais metas, como a meta 11.a que apoia as relações econômicas sociais e ambientais.

Em função do exposto, temos a oportunidade de fortalecer a prática da corresponsabilidade socioambiental envolvendo setores governativos, não-governamental (universidades, centro de pesquisa) e o empresarial se estendendo a todo cidadão. Existem iniciativas no brasil, como exemplo o lepac em paraty (centro de pesquisa da unicamp em paraty-rj), onde a prefeitura implementou esse sistema junto à sociedade a partir de um decreto municipal desenvolvido pela câmara de vereadores que oferece benefícios fiscais.

Esse projeto acarreta em benefícios de ordem socioambiental, diminuindo a pegada ambiental, oferecendo maior qualidade de vida a nossos descendentes.

Como funciona

Dentro do princípio da co-responsabilidade socioambiental das empresas, o programa de compensação voluntária de carbono oferece um selo de qualidade à empresa ou instituição que deseja dele participar.

Levantam-se a EMISSÕES DE carbono equivalente geradas por todos os processos produtivos e calcula-se a quantidade de árvores anualmente necessária para absorver estes volumes.

Uma empresa idônea é contratada para plantar e dar manutenção às árvores em espaços públicos no município.

...

bottom of page